Ato em frente ao MEC: FASUBRA Sindical protocola pedido de audiência

A Direção Nacional da FASUBRA Sindical, em conjunto com representantes de 32 sindicatos de base, realizou um apitaço na tarde desta sexta-feira (12), às 14h, em frente ao MEC (Ministério da Educação), em Brasília, em busca da abertura de negociações com a categoria.

Na ocasião, a Federação protocolou ofício na Secretaria-Executiva do Ministério da Educação solicitando audiência com o novo ministro, Abraham Weintrab, para debater a pauta de reivindicações específica da categoria, a campanha salarial de 2019 e em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade. A FASUBRA Sindical representa mais de 220 mil trabalhadores (as) em educação em todo o país.

A Direção da FASUBRA solicitou brevidade no agendamento da reunião com o ministro. Em janeiro, a Federação havia protocolado ofício para reunião com o ex-ministro Ricardo Vélez, mas não obteve resposta. A DN também pretende manter a mobilização da categoria e realizar atos como o que foi feito na porta do MEC, além de continuar protocolando ofícios até ser recebida para que possa discutir as reivindicações.

O governo Bolsonaro não demonstra nenhuma disposição em negociar com os trabalhadores (as). Muito pelo contrário, a impressão que se tem é que a prioridade do governo é destruir os direitos dos trabalhadores adquiridos ao longo dos anos, em especial, o direito de se aposentar, por meio da nefasta reforma da Previdência que acaba com o sistema previdenciário e praticamente extingue a aposentadoria. O dever da FASUBRA, no entanto, é cobrar para que seja recebida e, caso haja recusa, o governo é que não estará cumprindo o seu papel.

A página do Botando Pilha no Facebook acompanhou a manifestação ao vivo, confira no link: https://bit.ly/2G8WCOu

Confira também a fala dos coordenadores após protocolar o ofício: https://bit.ly/2KC5xxh

Informações: FASUBRA


Voltar