Greve Nacional da Educação é aprovada em Assembleia dos TAEs da UFRPE


Durante a ocasião, os técnico-administrativos também aprovaram a Greve Geral dos Trabalhadores, no dia 14 de junho

Na manhã desta quinta-feira, 9 de maio, os técnico-administrativos da UFRPE deram um importante passo na luta contra os ataques à educação pública do governo Bolsonaro. A Assembleia Geral realizada na sede do sindicato aprovou a adesão à Greve Nacional da Educação, marcada para 15 de maio, próxima quarta-feira. No Recife está programado um grande ato unificado, a partir das 15h, na Rua da Aurora, com concentração em frente ao Ginásio Pernambucano.

Neste dia, TAEs, professores e estudantes de todo o país pretendem paralisar suas atividades em protesto ao bloqueio nas verbas das universidades, institutos federais e ensino básico. O dia é uma preparação para a Greve Geral dos trabalhadores, marcada pelas centrais sindicais para 14 de junho. Representantes do DCE e da ADUFERPE também marcaram presença na ocasião. A comunidade acadêmica da UFRPE irá se reunir na manhã desta sexta-feira, 10 de maio, para definir as demais atividades que serão realizadas dentro da universidade.

As falas na plenária demonstraram a necessidade da construção de uma luta unificada de toda a classe trabalhadora. A direção do sindicato fortaleceu o convite para a Greve Nacional da Educação e Greve Geral dos Trabalhadores e ressaltou a importância de não se calar diante dos ataques do governo contra a educação pública, a previdência social e os direitos dos trabalhadores.

UAG – Os técnico-administrativos da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG) também estão se organizando para o dia 15 de maio. A categoria vem participando de discussões com a comunidade acadêmica para construir o ato unificado na cidade que está programado para as 8h, com concentração na Praça da Fonte Luminosa, em frente ao Colégio 15 de Novembro.

UAST – Em Serra Talhada, os técnico-administrativos da Unidade Acadêmica de Serra Talhada participam do ato unificado na Av. Enoque Inácio de Oliveira (em frente à Fafopst), a partir das 8h.

MP 873 – Durante a Assembleia, a direção e o departamento jurídico deram o informe sobre a primeira vitória do sindicato contra a MP 873/19. A 21ª Vara Federal de Pernambuco concedeu tutela de urgência ao SINTUFEPE/UFRPE determinando que a União e a UFRPE garantam a manutenção do desconto em folha das mensalidades sindicais de seus filiados. A decisão judicial aponta que a MP 873 “acarreta violação dos direitos sociais e interfere no sistema de organização sindical, o que gera grave prejuízo quanto à defesa dos direitos dos servidores pelos seus sindicatos”. Apesar da vitória, o Departamento Jurídico ressalta que ainda é preciso fazer o recadastramento. Os filiados podem fazer o recadastramento de seus dados acessando sintufepeufrpe.org.br/index.php/filie-se ou se informe através do fone (81) 9.9724.0053.

Vamos fortalecer a luta em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade e também contra a reforma da previdência. Contra o corte de verbas e a perseguição! Defendemos a UFRPE e a Educação! Entre nessa campanha:

TEMAS PARA PERFIL:

♦ FACEBOOK: www.facebook.com/profilepicframes/?selected_overlay_id=1273221009509335

♦ TWIBBON: https://twibbon.com/Support/greve-educa%C3%A7%C3%A3o-2


Voltar