NOTA DE REPÚDIO À ATITUDE MACHISTA DE TORCEDORES BRASILEIROS NA RÚSSIA

sintufepe-mulheres O SINTUFEPE/UFRPE repudia a atitude machista e racista dos torcedores brasileiros contra uma mulher russa, durante a Copa do Mundo de 2018. Sabendo que a mulher não conhecia seu idioma, estes torcedores a cercaram e a fizeram repetir frases sobre seu órgão sexual de maneira desrespeitosa e objetificadora, gravando vídeos e compartilhando em suas redes sociais.

Um dos homens envolvidos no caso de machismo contra a mulher russa é advogado pernambucano Diego Jatobá, ex-secretário de Turismo de Ipojuca. Pelo caso, Jatobá pode sofrer sanção da OAB-PE por conduta que ofende a Constituição Federal.

O Brasil é o 5º país no ranking mundial de violência contra mulheres. O Brasil registrou 1 estupro a cada 11 minutos em 2015, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Em média, 10 estupros coletivos são notificados todos os dias no sistema de saúde do país (dados do Ministério da Saúde de 2016).

Sem combater a cultura do estupro e o machismo entranhado em nossa sociedade, não teremos avanços nos dados alarmantes da violência contra a mulher.

Contra o machismo e todas as formas de opressão!

Chega de machismo e misoginia!


Voltar