Paralisação Nacional teve como eixo a defesa dos serviços públicos e exigiu abertura das negociações

IMG_20180523_105657175[1]Na última quarta-feira (23), técnico-administrativos da base do SINTUFEPE/UFRPE se reuniram em frente à sede do sindicato para discutir sobre os ataques ao serviço público, deliberações do CONFASUBRA, atual conjuntura política e econômica do país, entre outros pontos. A atividade fez parte da Paralisação Nacional aprovada no XXIII Congresso da FASUBRA e encaminhada pela Assembleia Geral realizada na última sexta-feira (18).

Os principais eixos foram a defesa do serviço público e a exigência que o governo abra as negociações em relação à pauta do Fórum Nacional das Carreiras de Estado (Fonacate) e Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Federais (Fonasefe). A atual direção colegiada do SINTUFEPE/UFRPE vem reforçando sempre a necessidade de participar das discussões políticas no sindicato e chegar junto na luta com toda a classe trabalhadora e movimentos sociais para se construir uma greve geral que derrube o governo Temer junto com as suas reformas.

Dia Nacional de Luta em 7 de junho – Várias entidades integrantes do FONASEFE se reuniram em Brasília para discutir o Dia Nacional de Luta de 7 de junho. Estão programadas paralisações, atos públicos nos estados e caravana à Brasília – Em defesa dos Serviço Públicos ( com foco na revogação da EC/95) e pelo  Atendimento da Pauta de Reivindicação. A base do SINTUFEPE/UFRPE já aprovou a adesão ao movimento em Assembleia Geral realizada no dia 18 de maio.

Nota sobre o cancelamento do curso de oratória – O SINTUFEPE/UFRPE informa que devido à greve dos caminhoneiros que vem afetando a mobilidade em todo o país com a diminuição dos transportes públicos e a falta de combustíveis nos postos, o curso de oratória que seria realizado nos dias 23,24 e 25 de maio foi interrompido e posteriormente cancelado após deliberação dos inscritos e dos responsáveis pela organização da atividade.


Voltar