Primeira Plenária Nacional do ano encaminha as próximas lutas da categoria dos TAEs

ca996819-2fe9-4159-b4d4-2b017374c512

Realizada no auditório da ADUnB – Associação do Docentes da UNB, nos dias 15 e 16 de fevereiro a I Plenária Nacional FASUBRA de 2019, teve a seguinte pauta: Conjuntura; Reforma da Previdência; Campanha Salarial; Defesa das Instituições Públicas de Ensino e da Democracia; A Organização da Luta contra os Ataques do Governo; Informes de Direção; Informes de base e encaminhamentos. A Plenária Nacional contou com a participação de 21 estados, o distrito federal, 40 entidades de base, 170 delegados e 3 observadores.

 

O primeiro dia de plenária iniciou-se com a uma palestra proferida pelo Dr. Cláudio Santos, assessor jurídico da FASUBRA, sobre a reforma da previdência. Embora o governo não tenha apresentado oficialmente sua proposta, o Dr. Cláudio focou sua apresentação em documentos que foram veiculados pela imprensa e nas declarações feitas pelos ministros. Após a palestra foram apresentados os informes da Direção Nacional. No período da tarde teve início o debate sobre a Conjuntura, Reforma da Previdência, campanha salarial, defesa das instituições públicas de ensino, da democracia e a organização da luta contra os ataques do governo.

56c58c18-e00a-44b1-a613-bc13622b1fb1O segundo dia da Plenária, iniciou com a reunião dos coletivos de mulheres e aposentados. Em seguida, retomou-se a pauta com as intervenções vindas do plenário. O eixo das falas foi pautou pelos ataques do governo e a reforma da previdência. Após as intervenções foi apresentada a pauta de reivindicações específicas para atualização e aprovação em plenário. Foram apresentados dois textos de conjuntura, que foram a votação e aprovado o texto 1, que segue registrado neste informativo, além dos encaminhamentos e calendário, também apensados a este relato.

Entre os encaminhamentos aprovados na Plenária estão a defesa da suspensão do pagamento da dívida pública e exigência a auditoria da mesma; lutar para que o governo Bolsonaro coloque em regime de urgência a revogação da Lei de criação dos IFs e encaminhe o PL 11279/2019; Propor na reunião ampliada do FONASEFE um dia de paralisação para o lançamento da campanha salarial; Campanha contra a reforma da previdência; Realizar Encontros regionais da FASUBRA; Defender a greve geral junto às centrais na assembleia do dia 20; Participar do 8 de março; entre outros. Para saber os informes completos com os encaminhamentos da Plenária, clique aqui >> ID 03 DE fevereiro DE 2019

 

 

 

 

 


Voltar