SINTUFEPE UFRPE participa de ato contra o despejo de trabalhadores informais do campus da universidade

Na manhã desta terça-feira (24), foi realizado um ato contra a medida tomada pela Reitoria da UFRPE, a partir de ação da Pró-Reitoria de Administração, que entregou um ofício no fim do mês de julho deste ano solicitando que trabalhadores informais do campus desocupem seus locais de trabalho em 30 dias para a realização de licitação. O movimento foi organizado pelos Diretórios Acadêmicos da universidade e coletivos independentes que compõem o Movimento contra o Despejo. O SINTUFEPE UFRPE esteve presente na ocasião para fortalecer a manifestação e prestar apoio a estes trabalhadores.

O ato reivindicou que estes trabalhadores sejam ouvidos pela reitoria da universidade e tenham seus locais de trabalho devidamente regulamentados e com as condições para a permanência garantidas. O Movimento contra o Despejo, que repudia a forma como o processo vem sendo feito, chama atenção para o momento crítico de pandemia pelo qual estamos passando, sendo estes trabalhadores os mais prejudicados devido à suspensão das aulas e atividades não essenciais presenciais. E para agravar ainda mais a situação, encontram-se desesperados e com medo de perderem seus locais de trabalho.

Em ofício enviado à reitoria, o SINTUFEPE UFRPE manifestou seu apoio aos trabalhadores que ocupam os espaços públicos da instituição e ressaltou a importância destes como suporte de apoio para comunidade acadêmica, seja no fornecimento de alimentação ou para auxílio do material didático. No documento, o sindicato também leva em consideração a necessidade da administração superior de prezar pela legalidade e transparência dos seus atos, mas solicita que diante do momento excepcional e pandêmico, que os trabalhadores possam ocupar até a data de abertura do processo licitatório, os espaços públicos já ocupados dentro desta IFES, não causando mais prejuízos à comunidade acadêmica como um todo integrado. Leia nota na íntegra:

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DE PERNAMBUCO – SINTUFEPE – SECÇÃO RURAL, vem através da sua DIREÇÃO COLEGIADA, prestar seu apoio aos trabalhadores que ocupam os espaços públicos dessa Universidade, haja vista, o interesse coletivo em tê-los como suporte de apoio para comunidade acadêmica, sendo no fornecimento da alimentação ou em reprografias, auxílio do material didático, fornecimento de internet, dentre outros. Todos os serviços são prestados a preços inferiores dos mercados tradicionais, fornecendo inclusão e possibilitando aos estudantes uma formação acadêmica saudável.

Não obstante, o SINTUFEPE UFRPE entende a necessidade desta instituição prezar pela legalidade e transparência dos seus atos, inclusive sobre a realização de licitações para a ocupação dos espaços públicos, porém, diante do momento excepcional e pandêmico, o SINTUFEPE UFRPE se insurge contra o ato de despejo destes trabalhadores ocorrido neste mês de agosto de 2021, visto que os mesmos não tiveram o tempo adequado para se relocar em outros espaços, bem como, grande parte das instalações da UFRPE permanece vazia, assim, não sendo este motivo pertinente para o deslocamento dos trabalhadores e seus maquinários.

Outro ponto a favor destes trabalhadores é que não há data aberta para o processo licitatório, desta forma, o ato de despejo não está caracterizado por urgência, ou proporcionalidade/razoabilidade, pois não há imediatismo para a desocupação, visto que não existe a previsibilidade de data para a contratação através dos processos licitatórios.

Vale ainda ressaltar que a maioria destes trabalhadores foram criados dentro da UFRPE, sendo filho ou neto, ou ainda tendo qualquer parentesco com os servidores antigos da UFRPE, conhecendo a UFRPE não só como Universidade, mas também como lar, devido ao caráter comunitário que a UFRPE desempenhava anteriormente. Desta maneira, estes trabalhadores merecem uma atenção cordial e maior consideração por parte da UFRPE, visto que suas vidas, na maioria das vezes, se resumem a esta comunidade em específico, como moradia, trabalho, família.

Assim, o SINTUFEPE UFRPE solicita desta UFRPE que diante do momento excepcional e pandêmico, que os trabalhadores possam ocupar até a data de abertura do processo licitatório, os espaços públicos que já ocupam dentro desta IFES, para que não se cause mais prejuízos a comunidade acadêmica como um todo integrado.

Esclarece-se que pelas medidas preventivas o SINTUFEPE UFRPE também está trabalhando remotamente, porém, se encontra aberto para diálogo, através dos canais disponíveis de e-mail e telefone.


Voltar