SINTUFEPE/UFRPE esteve nas ruas em defesa da Previdência e contra a MP 873

 

ato 22 3Ato no centro do Recife marcou o Dia de Luta contra a Reforma da Previdência

Na última sexta-feira, 22 de março, Dia de Luta Contra a Reforma da Previdência, o SINTUFEPE seção sindical UFRPE se juntou a outras categorias do serviço público e representantes de movimentos sociais em defesa do direito de se aposentar. Os manifestantes se reuniram na Praça do Derby e depois seguiram em caminhada em direção à Avenida Conde da Boa Vista.

Os protestos que ocorreram em todo o país marcaram também mais um dia de luta em defesa dos direitos sociais, das liberdades democráticas, da educação pública, contra as privatizações e por melhores condições de trabalho e salário. Segundo os organizadores, o protesto realizado no centro do Recife contou com cerca de 15 mil pessoas.

ato 22 [2]Os sindicatos presentes no ato também levantaram a bandeira contra a Medida Provisória 873, que proíbe o desconto em folha das mensalidades sindicais dos filiados.

“O Governo Bolsonaro quer destruir nossa aposentadoria e acabar com os direitos já conquistados dos mais pobres, atingindo tanto os trabalhadores da cidade como os do campo. Nós, que fazemos o SINTUFEPE/UFRPE, dizemos não à reforma da previdência e sim aos direitos dos trabalhadores”, afirmou José Marcos Lima, coordenador de Comunicação e Imprensa.

Em entrevista à TV Clube PE, o coordenador administrativo e financeiro do sindicato, Rogério Antonio do Carmo, chamou atenção para os ataques da Reforma da Previdência. “Essa proposta de reforma que está sendo apresentada vai de encontro às necessidades do nosso povo brasileiro, em especial daqueles menos favorecidos. Uma reforma da previdência justa deveria beneficiar os mais pobres e não os mais ricos e os bancos. É preciso se fazer uma auditoria da dívida pública”, disse o coordenador.

Mobilização na UFRPE – A mobiliato 22 4zação em Defesa da Previdência começou logo cedo, na manhã da sexta-feira, 22 de março. Técnico-administrativos e docentes se reuniram em frente à universidade para panfletar e conscientizar a comunidade acadêmica sobre a proposta de reforma da Previdência (PEC 6/2019) que pretende acabar com nossas aposentadorias.

Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social – Trabalhadores e trabalhadoras do serviço público e da iniciativa privada, movimentos sociais, sindicatos, centrais, associações, federações e parlamentares lotaram o auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, na última quarta-feira (20), em defesa da Previdência Social e contra a proposta de reforma da Previdência do governo. Diversos coordenadores da FASUBRA Sindical participaram do evento. Na ocasião, foi relançada a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social para a 56ª Legislatura.

MP 873/2019 – A Medida Provisória 873/2019, editada no começo do período de recesso de carnaval (1º de março), proíbe o desconto da contribuição sindical na folha de pagamento dos trabalhadores e trabalhadoras e revoga a alínea “c” do artigo 240 da lei 8112/99, desobrigando os governos a realizar o desconto da mensalidade no contracheque, mesmo os trabalhadores tendo autorizado previamente. Segunda a MP, esse desconto será somente por boleto. A MP também veta a autonomia e liberdade sindical, além de inviabilizar e dificultar a organização sindical, ferindo o Art. 8º, I, CF/88.

 


Voltar